Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Proibida Para mim.

Imagem
10º Episódio  Capitulo I

- Após passar mais uma noite acordado Dseyvar se preparou para enfrentar o olhar de seu amigo Elessar que não compreendia as atribulações que ele estava passando, ou talvez até compreendesse, e soubesse o grau do seu conflito, mas eles estavam prestes a sair em uma grande caçada e nada deveria atrapalhar suas atenções. Enquanto caminhava até o local do encontro Dseyvar foi pensando em tudo que lhe aconteceu desde o dia que soube de como realmente morreu seu pai.  Quando chegou a Nefah Dseyvar olhou para os lados, buscou encontrar respostas para fatos de sua vida. Porém tudo soou muito vago. Pensou sobre suas incertezas, que são tão grandes e cumulativas que a cada pulsar de seu peito, o fazia pensar que nunca findariam.

Nisso, Elessar apontou a uns cinquenta metros dele acompanhado de Emre caminhando à margem do rio: Ao mesmo tempo e sem que ele percebesse Sigel chegou por trás dele com o seu costumeiro bom humor e agarrou-o pelas costas. Dseyvar estremeceu, ma…

Emre O Semideus de Notórian

Imagem
9º Episódio Capitulo I

Na volta para Uhat Dseyvar foi pensando em tudo que seu bisavô perdeu e que em conjunto ele perdeu também, pois eram seus ancestrais queridos. O Jovem Elfo ficou muito triste por perceber que apesar da beleza de Gaya seu seio é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica.

E que sobre essa arena, infindáveis crueldades são infringidas pelos habitantes de um quarto desse mundo contra os habitantes de outro quarto desse mesmo mundo ou de um mundo paralelo!

Mas que não deixava de ser o seio de sua amada Gaya mãe de todos;

Pensou na quantidade quase imperceptível de habitantes desse mundo, que enfrentaram poderosas batalhas! Guerras que as vezes foram apenas começadas por frequentes mal-entendidos.
Se entristeceu pela ânsia que alguns têm por matarem uns aos outros, e o quão fervorosamente eles se odeiam.

Imaginou os rios de sangue que foram derramados por todos aqueles generais, imperadores e Reis como seu ancestral Barzud! Guerras que serviam apenas par…

Causa e Efeito

Imagem
Episódio 8

PRÓLOGO
***
Tudo que Dseyvar acabara de me contar teve um sentimento imenso de dó, de perda, de impossibilidades. A narrativa dolorosa dele calou tão fundo no meu coração que eu precisei procurar palavras para acalentar suas lágrimas e nem assim eu encontrei. Vi no olhar dele que bastava o silêncio. Então, Elessar e eu o abraçamos sem nada dizer...

Sentindo meus sentimentos Elessar me olhou com aquele seu jeito que me esquadrinhava por completo. Parecendo procurar em meus olhos, um meio de entrar fundo em minha alma. E ele sempre conseguia de tal maneira, que eu podia sentir o calor de seu amor! E sem nada dizer eu tentava passar o quanto ele era importante para mim.

Meu silêncio falava mais forte que se eu pudesse voar ao seu encontro para mostrar!
Que estava ali para ele!  Que estava com medo!  Que sabia do perigo que seria ir atrás do tal bruxo!  Que eu tinha medo que ele não voltasse...  Elessar conseguia compreender tudo isso, mas nada nesse mundo iria impedi-lo de ajud…

Sacerdotisa de Kalystria

Imagem
Episódio7
Capitulo I

Dseyvar pensou bastante sobre a proposta de Elessar em irem até Sion!
Ele com certeza, Elessar já sabia que assim que Dseyvar tivesse o paradeiro do bruxo ele iria até ele para mata-lo e não para fazer perguntas idiotas.

O único que sabia o paradeiro do desgraçado não estava mais entre nós.

- Ah! Deixa-me explicar porque digo isso:

Quando Dseyvar contou a história no dia em que voltei para casa depois de curada do ferimento. Ele ocultou de mim uma parte que Elessar já sabia. E cavaleiro como ele é não queria pôr-me em perigo antes que eu tivesse aprendido a usar meus poderes Elementais plenamente. Por isso ele convenceu Elessar a terminarmos o treinamento antes de irmos. Elessar me deixou mais dois dias descansando e depois voltamos ao treinamento.

- Não se espantem com a rapidez da minha cura! Somos Elfos e nos curamos rápido, ainda mais quando a cura é praticada por um mago no grau em que chegou nosso amigo Elessar.

Como eu estava dizendo:
 - Dois dias depois qu…

Para Sempre Juntos, Mas Eternamente Divididos

Imagem
Episódio 6 Introdução ao sexto episódio

Depois que fui salva dos Elfos Ocultos por Elessar e Dseyvar o sentido AMIZADE tomou uma forma muito mais grandiosa para mim .
Além de se um relacionamento social voluntário de intimidade como aprendi. Percebi emocionada que existem bases muito mais fortes além dos sentimentos de reciprocidade, afeto, ajuda mútua, compreensão e confiança. Existe acima de tudo um grande amor. Com certeza sem existir o amor, os outros sentimentos seriam abatidos em circunstâncias diversas.

Foi assim que nosso amigo Dseyvar nos contou sua história. Embora o semblante dele tenha ficado bastante triste quando começou a narrar sua história.... Mas éramos seus amigos e com certeza o ajudaríamos no ele  precisasse, se fosse ocaso. Elessar continuava sentado na minha poltrona devorando minhas uvas com jeitinho de felicidade. Ele já devia saber sobre o que Dseyvar iria nos contar, Mas permanecia ouvinte e solícito.

Capitulo I
Narração de Dseyvar 
- Minha descendência começou …

Vida Longa Ao Rei

Imagem
Episódio 5

Capitulo I

Enfim eu havia despertado..
Lembrava-me vagamente do que havia ocorrido.
Do tombo, da algazarra, das prisões, dos treinamentos com Elessar.
Por falar nele me senti emocionada em pensar que um Rei arriscou a vida por mim... Mas eu não me lembrava do final da batalha.

- O que teria acontecido? Por que eu não lembrava??

Lembrei-me do ferimento no abdome, mas não sentia dor. Eu me sentia tão bem! Meu corpo parecia estar envolto em água morna, e sentia um aroma gostoso de húmus... Pensei:

- Onde estou? Será que atravessei o portal do terceiro mundo?

Senti algo macio e viscoso sobre meu abdome... Passei a mão.... Havia alguém passando algo sobre ele, porque senti a mão do curador. Eu não sentia dor alguma, somente sensação de bem estar. Ouvi alguém fazer shiiiiiiuuuu... E dizer baixinho e calmamente:

= Acalme-se! Voce está curada!

Sem abrir os olhos eu gritei por dentro:

- ELESSAR?

E como sempre ele respondeu sem que eu abrisse a boca:

= Sim, sou eu! Precisa retornar …